Bolsa Tripla da Fendi

Última bolsa da Fendi, a Triplette, promete ser a nova sensação da temporada.

Sempre acompanho os últimos lançamentos e durante a semana de moda de Paris esse novo modelo me chamou a atenção. A proposta é poder diversificar a bolsa, unindo cores e texturas diferentes. Entendi a proposta como uma evolução à personalização das bolsas, como diversas grifes já fazem, gravando as iniciais da dona no couro.

Esse novo modelo promete algo ainda mais exclusivo, permitindo que você escolha como prefere montar a bolsa, inclusive mudando as cores pra harmonizar com o look. Porém, talvez esse modelo não seja muito prático no dia-a-dia, pra achar a chave perdida dentro de um dos zíperes! rs

Estou com viagem marcada pra Europa no próximo mês e quero ver essa bolsa ao vivo. Não pretendo comprar, mas quero fazer um jornalismo investigativo de moda e trazer material pro site e pras redes sociais mostrando as novidades que eu encontrar por lá. Espero que seja interessante pra vocês.

Ah, e o preço da bolsa? A com pedrarias chega a € 1.680,00 (prefiro nem converter esse valor pra reais pra não chorar).

Continue Reading

Vestidos para trabalhar no verão

Verão é uma época do ano muito gostosa, mas a maioria de nós tem que trabalhar na estação mais quente do ano. Então a dica do dia é pra encontrar vestidos modernos pra usar no trabalho sem passar calor.

A primeira coisa é olhar a composição do tecido da peça. As fast fashion e lojas mais populares utilizam muito poliéster, que é proveniente de fibras artificiais/sintéticas. Ele tem a aparência de um tecido, mas, na verdade, é um fio de petróleo. A desvantagem desse material é o fato de barrar a entrada do ar e não permitir a saída do calor do nosso corpo, deixando uma sensação de abafamento.

A saída é procurar ler as etiquetas das peças, pra ver a composição do tecido. Indico procurar vestidos com uma maior porcentagem de algodão ou viscose, que são tecidos que fazem parte do grupo dos tecidos feitos com fibras naturais (ao lado da lã, do linho e da seda). Esse tipo de tecido se ‘comporta’ naturalmente, ‘respira’, o que é sua maior vantagem. Ou seja, o ar de fora consegue penetrar na peça, e ela permite que o calor de nosso corpo saia. Dessa forma, a sensação térmica é melhor, a peça não fica com cheiro ruim, é mais fresquinha.

Outra característica importante diz respeito à sua durabilidade. A roupa de algodão dura mais, é mais resistente a lavagens na máquina, ao ferro de passar. Não há como negar que é uma peça de mais qualidade, tem uma aparência melhor, sem brilho.

Pro nosso calor, a melhor opção são as fibras naturais.

 

Outra coisa que eu percebo que as vezes é complicado encontrar vestidos frescos mas adequados pro ambiente de trabalho. Pra passar uma imagem mais profissional é recomendado evitar decotes muito profundos e comprimentos ultra curtos, dois detalhes que muitas peças de verão tem, até pra se adequar a temperatura.

Por isso, a tendência dos vestidos midi é muito legal pro nosso verão. Esse comprimento é adequado, te deixa chique e ao mesmo tempo moderna.

Mas se você não abre mão dos curtos, é legal procurar por peças que não tenham muito decote. Pra mostrar mais embaixo e tapar um pouco em cima.

  

Vale usar vestido midi com tênis ou sapato sem salto, sem problema nenhum.

Finalmente, tem a opção de usar vestido longo no trabalho. Aí, só são necessários pequenos cuidados, pro visual não fica tipo, “acabei de sair da piscina”, optando por tecidos que tenham uma certa estrutura, ou modelagem mais justa na parte de cima do corpo.

Continue Reading

A nova it-girl: Kaia Gerber

Conhece Kaia Gerber?
Quem é ela? O que ela veste? Como se comporta? rs
Kaia é filha da supermodelo, ícone dos anos 90, Cindy Crawford… daí vem seu talento nato pra moda.
Tenho observado o estilo dela, que apesar de muito jovem, promete ter um futuro promissor.
Além disso, ela despontou nas passarelas das últimas semanas de moda, e brilhou especialmente em Paris.
Sei que ela é super jovem e tem um corpo que veste bem até um abadá de micareta tamanho único, mas eu gosto de prestar atenção na nova geração pra ver como eles podem reinventar as tendências.
Separei alguns looks pra gente admirar e (quem sabe) copiar no fim de semana.

Com a mamis
Com a miga estilosa

Muitos tênis e botinhas! Estamos de olho…

Continue Reading

Brincão

Sai a choker e entra o brincão.
Será?
Não sei… acho que as chokers (gargantilhas) ainda vão durar um bom tempo, afinal, é um acessório que todo mundo curtiu, tem muitas variações e deixa o look bem moderno.
Mas com o verão chegando, a gente acaba usando o cabelo bastante preso, e jogar um brincão pode causar um impacto legal na produção.
Uma dica rápida:
Quer que o brinco apareça bastante = use cores contrastantes com o seu cabelo. Morenas podem usar brincos dourados ou de cores claras, e as loiras podem colocar um brincão turquesa.
Quer fazer a discreta = use materiais que misturem com a cor do cabelo ou com a cor da roupa que você está usando na parte de cima do corpo.

Mais discreta, no dourado

Agora, a tendência dentro da tendência dos maxi brincos são aqueles com tassel, como esses:

Com contraste, pra aparecer mais

Onde comprar, na Mil Bijus, loja legal com preços ótimos pra não precisar investir muito numa tendência que pode ser passageira.

Continue Reading

Moda Masculina

Foi-se o tempo em que homem não se cuidava. O machismo vai acabar (oremos!) e a tendência é a moda masculina ganhar mais espaço.

Passar um creminho no rosto de vez em quando, evitar usar roupas muito acabadas, prestar atenção no comprimento da calça e das mangas… são todos cuidados super simples, que resultam num look mais alinhado.

Também caminhamos para um movimento de moda sem gênero. A chamada moda “genderless”, ou seja, não tem feminino ou masculino. Mulher pode usar calça, então por que o homem não pode usar saia? Essa é uma das filosofias de quem é adepto a esse movimento: cada um usa o que quiser, da maneira que quiser.

“Cada vez mais sentimos que é certo traduzir a mesma ideia e tendência para ambos os sexos”, disse Miuccia Prada ao The New York Times.

No Brasil, a C&A lançou uma campanha muito bonita nessa linha, em que homens e mulheres trocavam as peças de roupa entre si. Quem lembra desse comercial? Assim os looks podem ser emprestados das seções masculina e feminina, um convite para que os clientes da rede “passassem a se vestir com mais liberdade, explorando novas fronteiras”.

Acredito que os homens podem se expressar mais, usar acessórios masculinos (pulseiras, relógios, correntes), ousar nos cortes de cabelo e na barba, tudo pra levantar a autoestima e se sentirem bem com a própria imagem. Afinal, cuidar de si mesmo é mostrar sua melhor versão pro outro.

Além disso, ninguém merece se arrumar, pensar no look, se perfumar… pra sair com um homem com camiseta de futebol! Nada contra camiseta de time de futebol (pra ser usada jogando futebol, rs), mas valorizar um convite recebido e investir um pouco no visual para comparecer a um evento, também faz parte da boa educação.

Sem contar que uma imagem bem alinhada também passa uma visão de profissionalismo e competência no trabalho.

Portanto, os homens que tenham interesse em projetar um visual mais adequado, podem me procurar pra assessoria de imagem. Atendo tanto homens quanto mulheres com a maior dedicação, até porque gosto muito da moda masculina, que sempre inova com tecidos tecnológicos e modelagens que permitem maior movimento do corpo. É um universo  super interessante.

Enfim, se cuidar e se valorizar não tem sexo, nem idade.

Aproveitando, pesquisando algumas informações para esse post, encontrei um blog masculino especializado e informativo. o Macho Moda, vale o clique!

Continue Reading

Tênis

Por mais que a pessoa tenha um estilo chique e clássico, sempre vai ter uma ocasião que pede um calçado confortável e adequado.
Não estou falando de tênis de academia, mas daquele modelo casual, pra usar com qualquer coisa, porém, mais arrumadinha.
Por exemplo, quando surge aquele passeio no parque, naquela saída rapidinha no fim de semana, em eventos na escola dos filhos, enfim, são muitos momentos que pedem que você esteja confortável, pé no chão, mas sempre com estilo.
Pensando nisso, resolvi fazer uma listinha com os melhores tênis pra investir.
Nesse setor da industria de calçados a variação de preços é imensa, mas penso que se for pra gastar com algo, pagar um pouco mais em um tênis casual é uma boa.

Um modelo de qualidade vai durar muito, e os tênis nem sempre seguem as tendências. Temos muitos modelos clássicos, ou aqueles que são revisitados pela moda.

Sem contar os vários modelos de cor branca, que entraram como uma tendência passageira, mas como toda modinha bonita/confortável, acabou ficando e ganhando o coração de todo mundo.

Então, caso você esteja com vontade de acrescentar um tênis versátil no seu acervo, ai vão algumas sugestões.

O primeiro é o All Star. Um clássico! Meu preferido! Tenho um par a anos e uso muito. Posso andar quilômetros com ele e ficar confortável, combina com tudo e tem muito estilo. Todas as cores são bem vindas, mas eu acho que na cor branca combina com o nosso verão.

Outro que eu gosto muito e tem zilhões de cópias por aí, é o Adidas, modelo Stan Smith. Esse é sucesso garantido. Vai bem com estilo romântico e também pra quem é mais moderna. Virou febre há uns dois anos e até hoje continua bombando. Vejam como combina desde o look com blazer até com um shortinho bem informal.

Keds. Esse modelo já usei muito na vida. É a prova de que esse modelo de tênis é um clássico. O bom é que tem em várias cores, inclusive estampados que ficam muito bonitinhos pra fazer um mix de estampas no look.

New Balance. Esse modelo foi revisitado não faz muito tempo, mas é muito usado tanto por homens como por mulheres. Também tem em muitas opções de cores e fazem combinações muito legais pra quem curte um estilo mais street.

E por último, a moda do momento. O Vans, modelo Old School. O mais visto no instagram nos últimos meses. As gringas começaram a olhar com mais atenção pra esse tênis e ele ganhou o mundo. Mais uma vez, é um modelo que dá pra usar com tudo. Eu acho muito lindo com calça preta (coisa que eu uso sempre). Esse também é unissex.

Continue Reading

Gêmeos

No meu grupo do facebook (participe!) tenho uma sessão chamada “Gêmeos” que faz muito sucesso.

São post rápidos, em que eu procuro mostrar opções mais baratas pra tendências e peças que estão fazendo sucesso por aí. Hoje em dia tem muita coisa inspirada em criações de grandes marcas internacionais com um preço acessível, produzidos pela industria brasileira e com muita qualidade.

Não que eu ache ruim investir em coisas caras, mas às vezes, a gente quer aderir àquela tendência do momento, sem saber se ela vai durar por muito tempo, e nessas horas, vale pesquisar um pouco antes de comprar. No fim das contas, o efeito visual no look acaba sendo o mesmo.

Com essa sessão de achados mais baratos, também quero mostrar que pra estar bem vestida não é preciso ter um orçamento muito grande. Basta saber procurar! Maaaaas, se você não tem paciência e nem tempo pra correr atrás disso, o trabalho de uma consultoria de moda serve justamente pra te ajudar. Se você quiser, posso te auxiliar nessa missão! Entre em contato.

Continue Reading

Camiseta

Definição de camiseta: peça atualizadora de look.

Camiseta é barata (na maioria das vezes), é prática, manda o recado e pode ser combinada com praticamente tudo que você tem no armário. Pode até ser usada em cima de um vestido, como um truque de styling, e criar um visual super diferente.

Além disso, é uma peça que não tem idade, todo mundo pode usar e a modelagem favorece todos os tipos de corpos. Não tem erro.

Olha só como dá pra usar a camiseta de mil jeitos diferentes:

Basiquinha

Indo pro trabalho
Baladinha
#partiu fashion week
Moderna
Casual
Continue Reading

Como parecer (mais) arrumada

Tem dias que a gente não tá a fim de se arrumar. Normal.

Nessas ocasiões, vale recorrer a alguns truques, que não dão muito trabalho, pra reverter a situação.

Pra dar uma cara diferente naquela roupa de sempre, ou tentar parecer que você se esforçou mais ao se vestir, tenho algumas dicas bem simples.

A primeira é investir em acessórios.

Uma roupa básica pode ter um charme se você adicionar um mix de pulseiras, colares ou então uma bolsa colorida. É uma maneira bem simples de injetar interesse na composição. Até um broche em uma camiseta branca tá valendo.

Outra coisa super legal é usar uma terceira peça.

Com o verão chegando, logo penso em coletes alongados, que além de dar um toque final no visual, também tem o poder que criar uma linha vertical e te deixar mais magra e longilínea. Também poderia ser uma jaqueta jeans (uso muuuuito) ou até mesmo um lenço comprido por cima do look. Além disso, usar um colete por cima de uma blusa mais decotada ou de alças pode deixar o visual com uma cara mais comportada. Isso ajuda na hora de usar aquela blusa “de sair” no trabalho e outros lugares que você não poderia ousar muito.

Mais um recurso é o salto!

Tudo básicão, mas com aquele toque de glamour do salto alto. Não tem jeito, a mulher fica com outra postura num salto. É só colocar que a roupa parece que até veste diferente. Se o salto for colorido, pontos extras de modernidade.

E, finalmente, uma coisa banal, mas que pode fazer diferença é evitar usar muita roupa de malha o tempo todo.

Calma! Eu AMO roupas de malha, adoro camiseta e tenho muita coisa desse material no armário. Porém, quando eu visto uma camiseta pra ir pro trabalho, tento colocar um blazer de alfaiataria por cima, ou combinar com uma calça mais arrumada, pra equilibrar um pouco as coisas e não deixar parecer que eu sai de casa de pijama! rs Também é bom tentar não usar blusa de malha todos os dias da semana (difícil, eu sei), porque no fim das contas, esse tecido é bem casual.

A mistura de materiais faz diferença.

Esses pequenos cuidados fazem parecer que eu me arrumei muito mais do que eu realmente me arrumei quando acordei atrasada e acionei o “modo zumbi” pra chegar no trabalho. Sem contar que dá pra usar todos esses truques num look só. Por exemplo, acordou atrasada e sem ideia pra se vestir: coloca uma calça social, camiseta branca, um brincão grande, um colete de alfaiataria, sobe no salto e tá pronta pra dominar o mundo!

Continue Reading

Coloração Pessoal

A coloração pessoal observa o efeito das cores comparado ao tom de pele, dos olhos e dos cabelos de cada pessoa.

Ou seja, quando você encontra uma pessoa e pensa: “nossa, como ela tá pálida, parece doente!” ou então pensa “gente, ela tá radiante hoje“, grandes chances dessa impressão ter a ver com a cor da roupa que a pessoa está usando no dia.

Há alguns meses atrás eu fiz um curso no Senac sobre esse tema, pra ajudar na minha profissionalização na área de moda e complementar meus serviços de personal stylist e consultoria. Foi um curso muito bom, super informativo e que me capacitou pra aplicar a análise de coloração pessoal em clientes. Único detalhe é que ainda não tenho o kit de equipamentos pra aplicar a análise na prática.

Mas ok. Isso não me impede de passar pra vocês um pouco do conhecimento que aprendi e, especialmente, minha situação pessoal, pra vocês terem uma noção do tema.

Primeiro, é feita uma análise do meu contraste. Ou seja, ele pode ser baixo, médio ou alto. Faz-se uma comparação da cor da pele com a dos olhos e dos cabelos. Neste quesito, eu sou médio pra alto contraste, porque minha pele é uma cor mais clara, com cabelos e olhos castanhos, mas sem muita diferença de cor.

Um contraste tipo, Juliana Paes #meachei

O próximo passo é definir se eu sou uma pessoa que combina com cores frias, quentes ou se eu sou neutra (e daqui se abre um mundo de possibilidades). No caso, eu sou neutra, pra dar mais emoção ao processo.

Beleza, se eu sou neutra, combino com uma infinidade de opções e o critério de escolha da minha cartela de cores é intuitiva. Deve-se testar as cores que ficam bem em mim, em um processo que é feito por uma profissional, em um local adequado, com iluminação boa e com uso de um kit de tecidos com cores específicas, pra testar a fundo o que realmente fica melhor pra cada pessoa.

Nisso, descobri que a minha cartela de cores é o OUTONO SUAVE.

Nada de cor gritante pra mim

Essa descoberta foi muito interessante pra mim, porque na verdade nunca gostei muito de algumas cores mais vibrantes, como o vermelho, por exemplo, embora seja uma super tendência pro verão, como já falei aqui. Lógico que essa regra não me impede de usar a cor que me der vontade, mas, se um dia eu tiver uma festa pra ir, como uma formatura, um casamento, ou um evento formal em que eu vou ser o centro das atenções, eu posso me valer da minha paleta pra achar uma roupa que possa me valorizar mais.

Também não vou me livrar de nada no meu guarda-roupas que não esteja na minha cartela, mas daqui pra frente posso me basear nesse conhecimento pra comprar algo novo.

É uma ferramenta super útil pra utilizar na moda, não só pra comprar roupas, mas também pra montar looks, porque a gente aprende a combinar cores de uma maneira diferente, que a gente nunca tinha pensado antes.

Se você se interessou em descobrir qual a sua cartela de cores, indico a minha professora de curso, que é uma ótima profissional. É só falar comigo pra pegar o contato dela.

E se quiser contratar os meus serviços, posso aplicar muitos desses conhecimentos de cores e coloração pessoal na sua rotina de vestir.

Continue Reading